Obrigado por entrar em contato conosco!

Insira seu nome e e-mail para prosseguir para o WhatsApp

4 problemas operacionais que prejudicam o SLA do seu prazo de entrega

Estes 4 problemas operacionais podem colocar em risco o SLA do seu prazo de entrega. Saiba quais são e como eliminar estes erros do seu processo de gestão logística.

Na logística, o SLA, ou acordo de nível de serviço, é fundamental para a gestão estratégica dos negócios. Não cumprir o acordado com o cliente acaba com a imagem da empresa, compromete a eficiência logística e põe em risco o sucesso do negócio. Em muitas situações, são problemas operacionais que ocasionam erros no prazo de entrega e, consequentemente prejudicam o SLA.

Neste post listamos 4 problemas operacionais mais comuns em relação ao não cumprimento do prazo de entrega. Veja como eles prejudicam seu SLA e saiba como eliminar essas inconsistências da sua rotina.

 

Entendendo o SLA na logística

O termo Service Level Agreement (SLA) é frequentemente utilizado na área de desenvolvimento tecnológico. Mas a sua designação, que é a realização de acordos de níveis de serviço, acabou sendo utilizada em outras áreas. Hoje a logística também conta com SLAs e eles são essenciais para o processo de cumprimento de prazos de entrega e relacionamento com o cliente.

No SLA da logística, estão designadas algumas questões entre a prestadora de serviços e a contratante. Se a sua empresa possui frota terceirizada, por exemplo, pode criar SLAs na contratação das transportadoras. O tipo de serviço, a tecnologia utilizada para acompanhamento de alertas e ocorrências além do prazo da entrega são indicadores que irão compor o SLA. No caso do relacionamento direto com o cliente (sua empresa entrega para outros negócios) valores de frete, prazos e qualidade na entrega são critérios comuns do SLA.

Em ambos os casos, o SLA serve como uma bússola para guiar o serviço e é este acordo que prevê os prazos que devem ser cumpridos. Para garantir que cada etapa do processo logístico seja cumprida é essencial contar com controle e boa gestão de ponta a ponta.

 

Estes 4 erros abaixo ocorrem quando não há essa gestão e precisam ser eliminados. Veja:

1 – Você não possui nem gerencia indicadores

Um SLA só pode ser cumprido através da gestão de indicadores de desempenho. Se a sua empresa não possui estes indicadores, não conseguirá mensurar a qualidade das entregas nem identificar oportunidades de melhorias.

Os três indicadores mais comuns quando falamos em SLA na logística são:  OTIF (On Time, in Full), que representa a quantidade de pedidos entregues corretamente; OTD (On Time Delivery), que mede o percentual de entregas no prazo; e o OTP (On Time Processing), que mede o tempo total de processamento do pedido.

Quando estes dados são acompanhados através de uma solução de gestão logística integrada, sua empresa pode avaliar avanços e situações de risco. Otimização do estoque, desenvolvimento de rotas mais assertivas e melhor organização da carga são exemplos de ações de melhoria baseadas em indicadores. A partir delas, o cumprimento do prazo de entregas passa a ser mais assertivo.

 

2 – O planejamento de entregas não é integrado com o restante da empresa

Quando a logística de transportes é tratada como um setor separado da área comercial e de estoque há inconsistências que implicam na atuação. Estoque X prazo para entrega, por exemplo, é uma equação que só funciona quando há integração entre os sistemas para consulta da disponibilidade de produto.

Também é fundamental que a gestão logística esteja alinhada com as práticas comerciais, para que ambos os setores estejam atuando dentro da mesma política de prazos. E claro, os indicadores da área logística devem ser enviados facilmente para setores correlacionados, garantindo melhorias na atuação global da empresa.

 

3 – O processo de distribuição não é monitorado

Seu caminhão vai para a rota e você sequer consegue acompanhá-lo? Acredite, esse é um problema operacional quase imperdoável quando falamos em SLA e prazo de entrega. Contar com um sistema de roteirização e gestão de frota se tornou crucial para a competitividade dos negócios. Se você não gere paradas não programadas, não acompanha a rotina do motorista e não avalia as informações da rota, não conseguirá atuar estrategicamente para melhorar a rotina de entregas.

 

4 – Sua auditoria de fretes é falha

Se você paga mais do que deveria pelo frete, a conta acaba recaindo, cedo ou tarde, para o cliente. E isso acontece quando o processo de contratação e auditoria de fretes não é automatizado. Muitas vezes o custo elevado é resultado de notas pagas em duplicidade e documentos com falhas, não identificados na conferência por amostragem.

Para evitar esse tipo de problema operacional é necessário que a auditoria seja feita automaticamente, através de um software para este fim. Assim, inconsistências são tratadas rapidamente, os custos são controlados e o cumprimento do acordo com o cliente ocorre sem problemas que podem ser resolvidos no processo operacional.

Para saber mais como a tecnologia pode transformar sua rotina de distribuição e acabar com as dificuldades comuns no setor logístico, confira o e-book especial que preparamos sobre a melhor gestão de entregas.

 

Crédito de imagem: unsplash/CC

Já conhece nosso Podcast? Vem tomar um café com a gente!​

comentários comentários

Recomendamos para você:

Você faz o controle de prazos de entregas de forma preventiva ou reativa?

A entrega de mercadorias ao cliente final é (ou deveria ser) uma peça-chave na estratégia das...

4 dicas para redução de custos operacionais de entrega

Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos não são novas ferramentas de gestão no mercado....

Problemas com as entregas: o que pode causar e como resolver

Problemas com as entregas não deveriam existir, mas são comuns em muitas empresas, principalmente...

Por que certificar a entrega para o cliente

Quem trabalha com entregas sabe que nem sempre é possível honrar o prazo acordado com o cliente....
INFOGRAFICO

Receba os melhores conteúdos sobre logística e ​otimize a gestão da sua empresa