O que é OTIF e como atingir a melhor performance na entrega?

O que é OTIF e como atingir a melhor performance na entrega

Você está satisfeito com os indicadores de entrega da sua empresa ou percebe que ainda tem muito a melhorar? Cada caso deve ser avaliado individualmente, porém na maioria das vezes basta realizar pequenos ajustes nos processos para reduzir custos e aumentar a produtividade. Por isso, neste post vamos falar sobre OTIF e como aprimorar a performance logística.

O que é OTIF?

O termo On-Time In-Full deu origem a sigla OTIF, que traduzindo para português significa o mesmo que “no prazo e completo”. Na prática, OTIF é usado para descrever pedidos que foram entregues no prazo previsto e sem falhas ou devoluções. Portanto, OTIF é um indicador de desempenho logístico de entrega, que impacta diretamente na satisfação dos clientes.

Vale ressaltar que um pedido pode ter sido entregue no prazo (on time), mas não estar completo (in full). Portanto, o OTIF é uma métrica que pode ser desmembrada em duas. Digamos que na sua empresa o percentual de entregas no prazo de 95%, quanto os pedidos completos são 60%. Você já sabe exatamente o que precisa melhorar para aumentar sucesso das entregas.

Por que implantar o OTIF na sua empresa?

A principal vantagem do OTIF para as empresas é aumentar a satisfação dos clientes e, consequentemente, a reputação da sua empresa. Quando a coleta de dados é feita corretamente, é possível identificar gargalos que até então não eram conhecidos. Por isso, é imprescindível capturar as informações e analisá-las para identificar quais melhorias devem ser feitas. O passo seguinte é traçar um plano de ação, para então começar a ter resultados com o OTIF.

Listamos abaixo três exemplos práticas de como o OTIF pode contribuir para a performance na entrega. Confira:

Aumenta a satisfação dos clientes

Quando as empresas começam a medir o OTIF passam a identificar aspectos que devem ser aperfeiçoado e pontos de atenção. Conforme isso é corrigido, a performance das entregas melhora e com isso a satisfação dos clientes aumenta. Vale ressaltar que a preocupação com a experiência que as empresas geram para o seu público é cada vez maior no ambiente corporativo. Afinal, se você não estiver preocupado com o sucesso do seu cliente, o seu concorrente pode ganhar espaço. Portanto, é fundamental manter seus clientes satisfeitos e o OTIF pode lhe ajudar nisso.

Melhora a eficiência das entregas

O simples fato de calcular o OTIF lhe apresentará um panorama de quais pedidos foram entregues no prazo, quais tiveram falhas e quais entregas foram completas, sem devoluções ou avarias. A partir desses dados é possível ter total clareza sobre o panorama das entregas e realizar ações para corrigir eventuais problemas. Ou seja, o fato de calcular o OTIF promove uma maior eficiência das entregas.

Reduz os custos logísticos

Qual transportador não quer reduzir os custos logísticos? E conseguir fazer isso mantendo a qualidade dos serviços é o objetivo de todos. Calcular o OTIF é um dos caminhos para isso. Conforme você começa a reunir dados sobre a performance das entregas, passa a entender quais são seus gargalos, tanto produtivos, quanto financeiros. E, quando você sabe onde está perdendo dinheiro ou deixando de ganhar, fica mais fácil reduzir os custos e aumentar o lucro.

5 passos para começar a calcular o OTIF

Está convencido de que calcular o OTIF pode realmente trazer bons resultados, mas ainda não sabe por onde começar? Listamos abaixo os principais passos para começar a calcular o OTIF:

  1. Definir e documentar os processos

    Para não haver inconsistências nas métricas é imprescindível definir e documentar as atividades. O objetivo é padronizar os processos logísticos para que todos sigam as mesmas etapas. Com isso ficará mais fácil identificar e corrigir eventuais falhas.

  2. Escolher as ferramentas

    Tão importante quanto definir o que deve ser feito é como deve ser feito. Neste caso, contar com o auxílio da tecnologia simplifica muito o processo de calcular o OTIF. Portanto, busque ferramentas especializadas na gestão de entregas. Um diferencial é optar por um software que permita acompanhar a operação em tempo real, desde o embarque até a entrega ao consumidor final.

  3. Sensibilizar a equipe

    É imprescindível apresentar para os colaboradores a importância do OTIF para os processos logísticos e satisfação dos clientes. Portanto, vale fazer uma sensibilização, explicando os benefícios do novo processo de trabalho. É importante ressaltar que a empresa terá um panorama mais claro de tudo o que é feito e o que precisa ser melhorado.

  4. Fazer os registros corretamente

    Este é um aspecto fundamental para o OTIF, então vale treinar os colaboradores para que façam os registros corretamente. Além de atualizar o status da entrega é importante registrar motivos de devoluções, data para o agendamento de nova entrega e até fotos de eventuais ocorrências. São essas informações que serão usadas para a tomada de decisão e correções de eventuais falhas no processo logístico.

  5. Analisar os dados

    Por fim, o último passo é analisar todas as informações geradas. Avalie os dados periodicamente, de acordo com a necessidade da sua operação. O importante é avaliar o percentual de entregas no prazo, completas e incompletas. Fique atento ao motivo das entregas incompletas e feitas fora do prazo e trace um plano de ação para evitar novas ocorrências.

Agora que você já sabe o que é OTIF e como essa métrica pode melhorar a performance de entregas da sua empresa é hora de colocar tudo o que apresentamos neste post em prática. Se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco.

 

[banner id=”2797″]