3 passos para fazer a manutenção de frota de forma planejada e eficiente

manutenção de frota

Na sua empresa a manutenção de frota é sinônimo de dor de cabeça? Fazer a gestão dos veículos de forma manual é realmente um processo complexo. E, quanto maior a frota,  mais difícil será. No entanto, existem soluções especializadas em logística que simplificam todos os procedimentos relacionados à manutenção de frotas. Neste post, você vai descobrir que é possível controlar as ordens de serviço de forma simples e ter mais visibilidade sobre a frota.

Manutenção de frota: cuidados essenciais

Você sabe qual é a situação da sua frota hoje? A documentação de todos os veículos está em dia, assim como a troca de óleo, lanternas, luz de freio, etc? A meta de quem atua no segmento de logística é manter os veículos sempre inspecionados para reduzir os custos operacionais. Para isso, existem três tipos de manutenção de frota:

Uma dificuldade muito comum é fazer toda a gestão em papel ou por meio de planilhas. Por isso, sistemas especializados em logística são uma excelente alternativa para simplificar os processos e aumentar a eficiência. Inclusive, aqui no blog tem um post que apresenta cinco benefícios de usar um software para a gestão de frotas de veículos.

No caso específico da manutenção de frotas, uma solução especializada, como o Gestão de Frotas Lincros, tem vários diferenciais que facilitam a análise da situação de cada veículo, e também:

  • controlar ordens de serviços;
  • ampliar a visibilidade da frota;
  • antecipar eventuais problemas;
  • administrar a documentação dos veículos;
  • reduzir custos.

Erros que você deve evitar na manutenção de frota

Listamos algumas das principais falhas que as empresas cometem na gestão de frotas, principalmente no que diz respeito a manutenção dos veículos. Então, se a sua empresa ainda comete algum destes erros, procure solucioná-los o quanto antes.

Falta de controle sobre a frota

A partir do momento que a empresa tem uma frota de veículos se torna primordial estabelecer processos para gerenciá-la. Porém, isso nem sempre acontece. Muitas organizações não têm controle efetivo sobre a documentação, revisões e reparos feitos nos veículos.

Por que ter o controle da frota?

  • prevenção de  infrações ou custos com documentação e itens (exemplo: extintor) vencidos;
  • verificação diária de itens obrigatórios ou essenciais para a frota;
  • controle de quilometragem por rota ou viagem;
  • controle de custos de forma individual, auxiliando no rateio e ações futuras.

Inexistência de plano de manutenção

Outra falha muito comum é inexistência de um plano de manutenção preventiva. Com isso, eventuais problemas que poderiam ser evitados acabam se agravando e o resultado é mais custo para a empresa. Portanto, quando o assunto é gestão de frotas, também vale a máxima: “é melhor prevenir, do que remediar”.

Por que ter um plano de manutenção?

  • possibilidade de agendar as manutenções sem impactar rotas ou viagens;
  • organização da oficina com a lista de peças e serviços que devem ser efetuados por KM ou peíodos;
  • diminuição dos custos com manutenções corretivas;
  • diminuição de custos com socorro em rota.

Falhas no gerenciamento das informações

Algumas empresas têm diversas informações sobre a frota, mas não conseguem gerenciar tantos indicadores. Muitas vezes o levantamento dos dados é feito em papel e depois precisa ser transferido para planilhas. Tudo isso leva tempo e ainda existe o risco de eventuais erros no tratamento das informações.

Por que fazer o gerenciamento em plataforma digital?

  • controle centralizado e facilitado dos indicadores da frota;
  • alimentação de dados em tempo real;
  • relatórios específicos para mensuração de custos;
  • dashboard com os principais indicadores da frota para auxiliar na gestão visual da frota;
  • lançamentos via aplicativo para redução de consumo com papel ou perda de dados.

Como fazer a manutenção de frotas de forma eficiente?

1) Elabore um plano de manutenção

A manutenção da frota deve ser vista como um item estratégico, que pode reduzir os custos da empresa. Para isso, é essencial traçar um planejamento de manutenção, principalmente a preventiva, que costuma antecipar e evitar problemas. Este plano deve levar em conta o modelo de cada veículo e as orientações do fabricante.  

Dica

Tenha um checklist e faça a inspeção de todos os itens listados. Todos os veículos devem passar por este processo antes de sair em viagem e ao retornar.

2) Analise os indicadores

Escolha uma solução que permita acompanhar os indicadores e gerar relatórios automáticos. Com o Gestão de Frotas, por exemplo, é possível visualizar os dados da frota em tempo real, por meio de gráficos dinâmicos. Os indicadores também podem auxiliar na tomada de decisões, como a compra de um novo caminhão. Antes de decidir por uma determinada marca ou modelo, considere também os custos de manutenção.

Dica

Analise tanto o desempenho dos veículos, quanto a performance dos motoristas e procure identificar a origem das manutenções.

3) Aperfeiçoe os processos

Outra vantagem de usar a tecnologia na manutenção de frotas é extrair os dados do sistema para aperfeiçoar os processos. A empresa pode promover treinamentos para sensibilizar os motoristas sobre aspectos que impactam na manutenção dos veículos. Essa simples ação, apoiada em dados, pode aumentar a disponibilidade da frota.

Dica

Identifique quais os principais motivos de manutenção corretiva e promova treinamentos para evitar correções que possam ser evitadas.

Solicite uma demonstração do Gestão de Frotas Lincros e conheça todas as funcionalidades da solução. Você vai perceber que ter controle sobre a sua frota de veículos é muito mais fácil do que imagina.

Se você gostou deste post, também sugerimos a leitura dos textos abaixo:

5 vantagens de usar tecnologia para fazer o controle do abastecimento da frota

Por que sua empresa precisa fazer o controle de pneus para reduzir custos

Como escolher um sistema de gestão de frotas para aumentar a produtividade