4 principais dificuldades na cotação de fretes e como enfrentá-las

A cotação de fretes pode ser um processo cheio de desafios, mas com algumas boas práticas essas dificuldades comuns vão desaparecer. Veja agora!

Toda empresa que lida com a venda de produtos enfrenta, em diferentes níveis, desafios com a logística de transportes. E quando a distribuição é terceirizada, além de organizar o processo interno, é fundamental realizar uma boa cotação de fretes. Algumas dificuldades são comuns neste processo, especialmente porque nem sempre a empresa tem a visão completa do processo. E é aí que aparecem aquelas dores de cabeça: falta de visibilidade do status da entrega, comunicação truncada com o fornecedor, atrasos, roubos de carga, difícil acesso, entre outros.

Para evitar estes problemas, é importante que a sua empresa aprenda a driblar as principais dificuldades na cotação de fretes para promover o melhor preço para o consumidor final. Com os ajustes certos o processo de se fazer a cotação de frete se torna mais claro e eficiente. Nós separamos neste post 4 desafios comuns neste processo e como superá-los. Confira:

 

1 – Escolha o tipo ideal de frete

Existem diferentes tipos de fretes a serem contratados e a escolha do modelo ideal pode mudar todo o processo. Por exemplo: você pode cotar uma carga fechada, quando todo o veículo será utilizado para o seu pedido, ou fracionada, “dividindo” o veículo com outras entregas. O segundo modelo é ideal para entregas com poucos volumes e ajuda a reduzir o seu custo final.

Então, o primeiro passo para uma boa cotação de fretes é entender exatamente a sua necessidade. Outro desafio neste momento é escolher o melhor tipo de transporte para a sua mercadoria e para ter um melhor serviço de transporte, o melhor é utilizar o cálculo de frete para realizar cotações. Veículos refrigerados ou que transportam cargas sensíveis possuem custo maior. Sua mercadoria precisa deles?

Há ainda a modalidade de cotação spot, quando uma safra precisa ser escoada ou uma grande entrega imprevista deve ser realizada rapidamente.

Na cotação, ainda existe uma diferença importante no frete: há o normal, quando sua empresa contrata uma distribuidora que recolhe o produto no ponto de saída e entrega ao ponto final, e a subcontratação, quando a transportadora/distribuidora contrata uma terceira empresa em algum ponto da distribuição.  Escolha sempre a que for mais segura para a sua empresa e exija total transparência do fornecedor em relação ao tipo de serviço contratado.

Nova call to action

2 – Tributos incidentes

Uma cotação de fretes pode envolver diferentes impostos. Por isso é fundamental mapear e distribuir a carga de maneira assertiva. Distribuição entre estados acabam gerando impostos com custos diferentes, além de ser necessária apresentação de documentos/notas específicas.

Além de uma boa cotação de fretes, é preciso atenção para evitar o pagamento sobreposto e ainda garantir que a distribuidora encaminhe o produto com segurança, de forma totalmente legal.

O valor da nota fiscal também tem um peso importante no custo do frete. Cargas consideradas valiosas possuem maior custo de distribuição e quanto maior o produto, maior o valor do frete.

Automatizar estas informações vai facilitar o processo de cotação e comparação do custo do serviço entre fornecedores. Mapeie os dados com antecedência para garantir a cotação de frete mais assertiva.

 

3 – Sua rede de fornecedores importa

Sabemos que realizar a cotação nem sempre é tarefa fácil, quando a sua empresa aposta em automação através do uso de um sistema para cotação de fretes online pode realizar uma triagem mais assertiva dos fornecedores. No momento de solicitar o serviço, apenas empresas que preenchem os requisitos impostos pela empresa poderão apresentar proposta. Assim a empresa eleva o grau da qualidade do frete e garante maior cuidado no relacionamento com as distribuidoras.

 

4 – Competitividade: como saber se a cotação de fretes é a com o melhor custo-benefício?

Você sempre cota fretes com as mesmas empresas? Quem garante que o valor recebido é o melhor, com custo-benefício mais interessante? Um grande desafio na cotação de fretes é avaliar se o preço recebido está em conformidade com o praticado no mercado.

Um bom sistema de cotação de fretes, além de cruzar os dados dos fornecedores, ainda compara preços com as tabelas de fretes vigentes e os acordos firmados com os embarcadores. Uma forma simples e transparente de driblar o desafio da cotação e manter a competitividade, elevando a qualidade do serviço oferecido.

Mas se você paga por distância percorrida, você também deve se atentar para roteirizar suas cargas, para verificar se o percurso é de fato, o melhor trajeto.

O transporte de cargas é complexo e envolve diversos fatores, na sua empresa, quais os desafios que ainda dificultam a cotação de fretes? Como é feito o processo de cotação hoje?

Está em dúvidas sobre como melhorar o processo? Converse com nossos especialistas e inclua já as melhores práticas do mercado.

 

 

Photo by Marcin Jozwiak on Unsplash

Já conhece nosso Podcast? Vem tomar um café com a gente!​

comentários comentários

Recomendamos para você:

Como fazer o controle da jornada do motorista em tempo real?

Fazer o controle da jornada do motorista é um grande desafio quando não se tem tecnologia. Desde a...

Aprenda a usar indicadores de desempenho logístico

Como já falamos aqui no blog, os indicadores de desempenho logístico (Key Performance Indicator, ou...

Como reduzir custos com a gestão de transportes

Toda empresa deseja reduzir os custos e as despesas, aumentar os lucros e melhorar o desempenho do...

5 processos que ficam mais simples com a gestão das entregas

Um dos principais desafios diários de embarcadores, transportadores e distribuidores é a gestão de...
INFOGRAFICO

Receba os melhores conteúdos sobre logística e ​otimize a gestão da sua empresa