Como ter mais produtividade com um gerenciador de rotas?

Já imaginou como um gerenciador de rotas pode transformar a realidade da sua rotina e garantir uma distribuição mais eficiente? Neste post te contamos como. Confira!

Em um momento de plena transformação digital, as empresas buscam, cada vez mais, soluções inovadoras para racionalizar custos. Afinal, tornar-se competitivo em um segmento cada vez mais acirrado não é tarefa fácil. No caso da logística, traçar rotas rápidas e realizadas com alto grau de confiabilidade e assertividade são cruciais. Para isso, contar com um gerenciador de rotas faz toda a diferença. É um sistema que além de auxiliar o time a ser mais ágil, reduzirá os custos da sua operação consideravelmente.

Esse tipo de solução, além de prática e intuitiva, tende a tornar a rotina do setor de logística muito mais assertiva. Saiba por que neste post!

 

Parametrizando suas rotas

Um dos grandes desafios do analista de logística é organizar as rotas de maneira a aproveitar ao máximo os insumos utilizados no processo de distribuição. Somado a este fator, há uma série de questões que precisam ser avaliadas na hora de gerenciar as rotas.

Por exemplo: alguns clientes, especialmente no varejo, possuem as chamadas janelas de entrega, com horas específicas para o recebimento dos pedidos. Neste caso, todos do time de logística envolvidos no processo precisam desenvolver o roteiro para que o caminhão esteja no cliente dentro do período indicado para recebimento.

Há ainda outros fatores complexos que exigem um gestão de entregas para facilitar a rotina. A depender do tipo de veículo, seu motorista não poderá passar com ele em determinados pontos de entrega. Isso ocorre, por exemplo, em grandes centros e ruas com horários específicos para a circulação de veículos de grande porte. Por fim, há ainda a questão da proximidade entre cada entrega. Estes endereços precisam ser sincronizados para que possam receber os produtos em um único deslocamento, evitando retorno ao mesmo percurso.

 

Sua rotina sem um gerenciador de rotas = zero controle

Levando em consideração todos os fatores acima e ainda a questão da melhor estratégia de uma operação logística (quando a empresa define, por exemplo, por onde e de que forma começar as entregas), dá pra ver que fica impossível controlar tudo manualmente e em tempo real.

Quando a empresa não conta com um gerenciador de rotas, acaba realizando a roteirização com base em dados empíricos. E nem sempre o senso comum em relação às rotas de entregas é o mais indicado. Além disso, a falta de acompanhamento do roteiro prejudica a melhoria contínua do planejamento de rotas.

Portanto, é cada vez mais imprescindível contar com uma solução para a gestão e a automação das rotas. Um bom gerenciador de entregas não só proporciona uma visão completa da distribuição como possui alguns diferenciais que devem ser observados. Veja alguns deles:

banner monitoramento de entregas

 Mapas atualizados: 

Você sabia que grande parte dos roteirizadores não contam com mapas atualizados com frequência? Além de versões antigas, geralmente há um custo extra para o uso destas guias. Isso faz com que muitas vezes as rotas sejam planejadas sem considerar mudanças de trajeto das vias, novas ruas ou, até mesmo, ruas que deixam de existir ao longo do tempo.

Antes de escolher um bom sistema, leve em consideração a sua integração com mapas, a atualização dos mesmos e o custo em relação ao serviço. O gerenciador de entrega da Lincros é um exemplo de solução que possui integração com os melhores mapas do mercado, com atualização constante que otimiza as rotas e sem custo extra.

 

 Parametrizações são importantes: 

Seu gerenciador de rotas não permite a realização de parametrizações conforme a realidade do negócio, ele vira um problema e não uma solução. Escolha uma solução que permita, no momento da criação das rotas, utilizar os indicadores que você precisa – localização, janelas de entrega, trajetos restritos, etc.

 

 O gerenciamento de rotas também ajuda no cuidado com as pessoas: 

Com ele você pode acompanhar e gerenciar a jornada do motorista, agindo em situações de paradas não programadas, horas extras e outros fatores. Mais do que isso: um gerenciador de rotas integrado a uma plataforma completa de gestão logística apoia no desenvolvimento de boas práticas e a criação de rotas inteligentes, que reduzem consideravelmente jornadas com tempo extra, assim tendo a melhor experiência.

Tudo isso, claro, torna o processo de roteirização e acompanhamento de rotas mais produtivo e estratégico. Com a tecnologia certa, bastam alguns minutos para tornar as rotas mais eficientes e aplicar melhorias em novas formatações de entrega.

Além disso, a automação permite a extração de dados para que se possa avaliar com assertividade o custo por entrega, tornando este processo menos oneroso. Afinal, aumentar a lucratividade é uma das grandes metas das empresas, e no setor logístico não é diferente.

Chame no Whatsapp!

Photo by Rodrigo Abreu on Unsplash

Já conhece nosso Podcast? Vem tomar um café com a gente!​

comentários comentários

Recomendamos para você:

Como reduzir custos com uma roteirização automatizada

Reduzir custos logísticos é sempre uma das principais prioridades da empresa e o desafio de...

Planejado x realizado: como escolher um roteirizador com parâmetros próximos à realidade

Quando o assunto é roteirização, uma das principais vantagens é o ganho de tempo. O software...

Saiba como reduzir custos com estas dicas de roteirização

Quem atua no setor logístico sabe que as decisões diárias são fundamentais para um bom controle de...
INFOGRAFICO

Receba os melhores conteúdos sobre logística e ​otimize a gestão da sua empresa