Como gerenciar a sazonalidade de entregas das lojas virtuais

Como anda a gestão das vendas sazonais na sua loja virtual? Investir em bons parceiros de transporte e no monitoramento logístico é um passo fundamental para o sucesso do e-commerce.

Quem atua com e-commerce sabe que para as lojas virtuais a sazonalidade é uma realidade que precisa de muita atenção. Afinal, existem datas em que a organização de separação e entregas de produtos podem definir o sucesso ou o fracasso dos negócios. Sem uma boa parceria de transportes, a sazonalidade se torna um problema, resultando em atraso no frete, alto custo da logística e perda de clientes.

Mas, afinal, você sabe o que deve ser levado em consideração na hora de estrutura a logística das lojas virtuais para driblar os desafios da sazonalidade? Veja aqui algumas dicas que separamos!

 

Black Friday e datas comemorativas: o impacto das vendas datas para as lojas virtuais

Somente em 2020 as vendas na Black Friday brasileira superaram os R$ 5,1 bilhões de reais. Houve um aumento de 31% em relação ao ano anterior, o que consolida as vendas digitais como uma opção cada vez mais importante para o brasileiro.

Além disso, em épocas como Natal, Páscoa, Dias dos Pais ou Dia das Mães também há um aumento do volume de pedidos. Ou seja: são períodos em que a estrutura das lojas virtuais é testada e sem um bom software de gestão logística a distribuição destas vendas acaba se tornando uma dor de cabeça.

Para se ter uma ideia ainda do crescimento das lojas virtuais, basta analisar os números recentes. Em 2020 o e-commerce brasileiro cresceu 73,8%, segundo levantamento do Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net) em parceria com o Neotrust | Movimento Compre & Confie.

Portanto, seja na sazonalidade ou no crescimento recorrente, uma loja virtual que almeje o sucesso precisa contar com bons parceiros de transporte, garantindo entregas de qualidade e a consequente satisfação do consumidor.

CTA Chama no Whatsapp Amarelo

Na sazonalidade, a transformação digital é fator decisivo

Como você pode ver, as vendas sazonais geram um alto volume de tráfego, pesquisas e pedidos no e-commerce. Administrar essa demanda pontual das lojas virtuais é um desafio que impacta diretamente a logística. Para uma boa distribuição também nestes momentos, alguns cuidados são cruciais.

São eles:

Planejamento com base em dados: as vendas sazonais precisam ser levadas em consideração. Para não gerarem prejuízos à operação, é muito importante que a gestão logística destes pedidos extras seja realizada através de softwares integrados, que garantam a extração de dados. Com o histórico em mãos, é possível realizar a análise preditiva nas datas conseguintes, ajustando processos para garantir a melhoria contínua das lojas virtuais.

 

Rotas bem planejadas: com o aumento do volume de pedidos, aproveitar bem o espaço dos veículos e desenvolver rotas eficientes é fundamental. Para isso é importante contar com um roteirizador que permita a distribuição dos pedidos dentro do melhor cenário para a empresa. Mesmo com frota terceirizada, esse tipo de solução garante que as entregas ocorram dentro do prazo estabelecido, a partir de parâmetros definidos pelo time de logística.

Além disso, a roteirização evita custos desnecessários no processo de distribuição, como o uso de rotas interpostas, deslocamentos maiores do que o necessário e pedidos entregues fora da janela de entrega prevista em determinadas situações;

 

Ter os melhores parceiros logísticos: monitorar os pedidos do comércio eletrônico durante o processo de distribuição é uma prática que precisa estar na rotina da equipe. E uma das questões que deve ser avaliada é se o parceiro logístico – ou seja, a distribuidora escolhida para determinado frete – é de confiança.

Já na cotação do frete você deve estabelecer alguns requisitos mínimos para as empresas de distribuição, como tipo de veículo ou região de atuação. E também realizar as cotações de forma online e integrada, a fim de validar o histórico do parceiro logístico antes de uma nova contratação.

 

Integração entre e-commerce e frete: você sabia que uma das principais desistência de compras online é o preço do frete? De acordo com o E-commerce Radar, em média 82% dos consumidores brasileiros fazem o pedido, mas abandonam o carrinho ao verificar o preço do frete.

Por isso, manter a integração entre seu processo logístico com as vendas online, seu distribuidor e sua plataforma, é crucial para dar ao consumidor a melhor margem na compra. Se toda a rotina for integrada, com custos baseados em dados consolidados, será mais fácil garantir a finalização da compra.

Na sua loja virtual, a transformação digital já é uma realidade na gestão da sazonalidade de vendas? Você já usa seu histórico de distribuição a seu favor?

CTA (Demo) Roteirizador

https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/mao

Já conhece nosso Podcast? Vem tomar um café com a gente!​

comentários comentários

Recomendamos para você:

Roteirização logística como um diferencial competitivo

Pode-se ter uma ideia de que o processo de roteirização logística no transporte é feito para a...

Descubra como é feita a roteirização logística de entregas

O processo de distribuição de mercadorias nem sempre é simples. O produto acabado sai da fábrica, é...

KPIs: o que os dados podem fazer pelo seu negócio?

Acompanhar o desenvolvimento da operação e tomar decisões assertivas é essencial para garantir o...
INFOGRAFICO

Receba os melhores conteúdos sobre logística e ​otimize a gestão da sua empresa